Páginas

sexta-feira, 31 de março de 2017

Secretário Jefferson Portela entrega viaturas tipo Pajero para a capital e o interior

A Secretaria de Segurança Pública (SSP), realizou na manhã desta sexta-feira (31), por volta das 14hs, a entrega de 06 viaturas tipo Pajero para a Polícia Civil do Maranhão. As viaturas somam-se a outras 30 já entregues a Polícia Civil, ás quais estão sendo usadas na capitam e nos municípios maranhenses, para o uso contra as ações criminosas.
 
As autoridades realizaram a entrega das viaturas no pátio da própria SSP, incidindo assim no reaparelhamento da Polícia Civil, onde notadamente é um investimento na área da segurança pública. Além da recomposição das viaturas estão sendo realizados investimentos, envolvendo a recuperação de estruturas prediais, entrega de novas delegacias e outras ainda em construção e ou reformas. Está acontecendo ainda o investimento na tecnologia e em equipamentos para que os policiais possam realizar um trabalho investigativo cada vez melhor.
 
Durante a entrega das novas viaturas tipo Pajero, o secretário de Segurança Pública destacou que “A entrega das viaturas na SSP é direcionada às Superintendências da Polícia Civil. São viaturas novas, adaptáveis e preparadas para a atividade policial. Na segunda-feira (03), a entrega será na delegacia de São José de Ribamar. A entrega compreende esse quadro de modernização no aparelhamento da Polícia Civil do Maranhão.
 
Foram agraciados a Superintendência de Combate a Corrupção, a Superintendência de Combate ao Narcotráfico (Senarc); Ao Departamento de Combate ás Instituições Financeiras (Decrif); a Superintendência de Proteção à Pessoa (SHPP); para a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), para o uso pela Delegacia Especial de São José de Ribamar; e ainda para a Superintendência de Polícia Civil do Interior, auxiliando o trans porte para as ações dos policiais no interior.

Recomposição de frotas para a Polícia Civil
 
Presente ainda na entrega das viaturas na SSP, o delegado Geral da Polícia Civil Lawrence Melo que destacou a importância na aquisição de viaturas para o combate ao crime, tanto na capital como no interior. “ Trata-se de mais um momento importante na recomposição da estrutura material da Polícia Civil. Com essas seis novas viaturas caracterizadas, adquiridas com verba oriunda do Fundo Estadual de Segurança Pública. O Governo do Estado do Maranhão através da Secretaria de Segurança Pública recupera a frota da Polícia Civil, as quais serão investidas na investigação, para o retorno de um trabalho mais eficiente, prestado para a Polícia Civil à toda a sociedade maranhense.
 
De acordo ainda com o Delegado Geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, a entrega das seis viaturas se somam à 30 já entregues este ano para a Polícia Civil, sendo 08 para a renovação dos plantões na capital e 22 para o interior. As viaturas estão sendo usadas para o combate direto à criminalidade.
 
Estiveram presentes na entrega o o Secretário Adjunto de Segurança Pública Saulo Ewerton, a Delegado Geral Adjunto Adriana Amante, o Superintendente da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), Armando Pacheco; o Superintendente da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), Carlos Alessandro; o Superintendente da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), Tiago Bardal; o superintendente adjunto da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Jarlison Alan Freire; O superintendente da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Leonardo Diniz e o Superintendente da Superintendência de Combate a Corrupção (SECCOR), Roberto Wagner, e demais autoridades da SSP.

CONDOMÍNIO DE LUXO É ALVO DE OPERAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL POR “ GATO” DE ENERGIA EM SÃO LUÍS

A Polícia Civil do Maranhão por meio da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic) e o Instituto de Criminalista, executaram na manhã desta sexta-feira (31) vários cumprimentos de mandado de busca e apreensão, expeditos pela central de inquérito da capital em um condomínio de alto padrão, em virtude da suspeita de fraudes nos medidores de energia no Bairro do Cohajap, em São Luís.
Foram expedidos quatro mandados para residências do condomínio, onde os peritos do ICRIM constataram a existência de manipulação nos medidores com o intuito de burlar o processo de medição, conhecido também como “Gato”.
Diante de tal constatação foi dada a voz de prisão para os proprietários dos imóveis, identificados por José Ribamar Barbosa Oliveira Filho, João Luís Silva Machado e Marilson Oliveira Raposo, sendo que todos foram autuados em flagrantes delito por furto de energia elétrica. Os medidores dos imóveis foram apreendidos para serem submetidos a exames detalhados na sede do ICRIM.

POLICIAIS MILITARES DO BATALHÃO AMBIENTAL PRENDERAM ADOLESCENTES INFRATORES REALIZANDO ASSALTOS

Em iniciativas no combate à criminalidade na região metropolitana de São Luís. A Polícia Militar através dos policiais militares do Batalhão Ambiental prendeu dois adolescentes infratores na região da Cohab. Com os dois adolescentes foi apreendido arma de fogo usada na ação criminosa.
As informações da apreensão acerca dos adolescentes e da arma aconteceu no início da noite desta quarta-feira (29), por volta das 18hs. Os adolescentes infratores estavam realizando assalto na região quando foram denunciados pelas vítimas. O Batalhão Ambiental comandada pelo Maj. Nogueira e sua equipe estavam realizando rondas pela Avenida Joaquim Mochel, no bairro do Itapiracó, quando foram informados por populares, que os suspeitos estavam portando arma de fogo tipo cartucheira artesanal calibre.36. A dupla havia cometido  assaltos na Avenida 03, do 2° conjunto do Cohab Anil, próximo ao Clubão da Cohab.
Os policiais responderam a ocorrência em andamento. Houve uma ação imediata sendo preso um dos adolescentes. O outro fora apreendido por populares que estavam no local.
Além da arma de fogo, foi apreendido ainda, uma mochila contendo material escolar e um cartão de estudante.
Após serem apreendidos, eles foram apresentados na Delegacia do Adolescente Infrator (DAI) e autuados em flagrante delito por ato infracional. Os adolescentes infratores permanecerão à disposição da Justiça.


Mauro Wagner – ASCOM/SSP

Polícia Civil e Militar desmonta quadrilha de assaltantes a banco na cidade de Santa Luzia


Uma operação conjunta desencadeada pela Polícia Civil por meio da Superintendência Estadual de Investigação Criminal. ( SEIC), e Policia Militar Maranhão que resultou na prisão de uma quadrilha interestadual especializada em roubo a banco .

Raimundo Magno de Moraes Silva, o Cabeça, natural de Santa Inês, Henrique kaluzy da Silveira, natural de Goiás e de paulo Henrique de Sousa Silva, foram presos no povoado ferro velho, em Santa Luzia do Tide.

O resultado da operação desenvolvida pela Polícia Civil através da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic), da Delegacia Regional de Santa Inês em um trabalho integrado com a Polícia Militar do Maranhão que conseguiu prender no Povoado Ferro Velho (Santa Luzia) uma quadrilha interestadual que atuava nos estados do Maranhão, Goiás e Pernambuco.

A quadrilha é acusada na tentativa de assalto a agência do Banco do Brasil da cidade de Santa Luzia no último dia (7) com a utilização de explosivos. Após tal tentativa de assalto, o caso passou a ser investigado pelo Departamento de Combate ao Roubo à Instituições Financeiras (Decrif) da Seic.

Na última quarta-feira (29), chegou ao conhecimento da Polícia Civil que o chefe da quadrilha conhecido como “ Cabeça”, na companhia de mais dois indivíduos teriam sido interceptados durante uma barreira da Polícia Militar, logo foram conduzidos a Delegacia de Santa Inês. Após levantamentos realizados por investigadores da Polícia Civil foi possível localizar um sítio no Povoado Ferro Velho, que era utilizado como esconderijo da quadrilha, local este onde foi encontrado um fasto arsenal armas e explosivos.

Durante seus respectivos depoimentos, os conduzidos confessaram que já tinham planos para assaltar uma agência bancária na cidade de Buriticupu nos próximos dias. Todos foram autuados em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, organização criminosa e uso de documento falso.
 
PRESOS

Raimundo Magno de Moraes Silva (30) vulgo “ Cabeça”, natural de Santa Inês

Henrique Kaluzny da Silveira (29), natural de Goiás

Paulo Henrique de Sousa Silva (25), natural de Goiás

MATERIAL APRRENDIDO

·         1(um) Fuzil AK 47

·         2(duas) Escopetas calibre 12

·         1(uma) Carabina calibre.30

·         Coletes balísticos

·         250 munições

·         22 (vinte e duas) bananas de dinamite

·         Apetrechos utilizados em explosões a caixas eletrônico
 

POLÍCIA CIVIL DESENCADEIA “OPERAÇÃO EUPHORIA” PARA COMBATER O TRÁFICO DE DROGAS EM BARÃO DO GRAJAÚ

Uma ação conjunta realizada na manhã desta quinta-feira (30) entre a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia do município de Barão do Grajaú e a Polícia Rodoviária Federal da cidade piauiense de Floriano, executou a segunda fase da Operação Euphoria visando combater o tráfico de drogas naquela cidade.
Na ocasião foi dado cumprimento aos mandados de prisões preventiva e de busca e apreensão em desfavor de Vanderfelix Sousa Nogueira (37), Francisco de Assis da Silva (25) e Giliard Manoel da Silva (31), todos suspeitos pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico.
Ainda como resultado da operação, a polícia conseguiu converter para um mandado de prisão preventiva em desfavor dos já investigados e presos na primeira fase da operação, de João Ribeiro Soares Júnior (40) e Rafael Santana de Sousa (25).
Em decorrências das buscas foram apreendidos diversos objetos relacionados ao tráfico de drogas, inclusive duas motocicletas e um tablete de uma substância semelhante a maconha. Desde a primeira fase da operação que foi realizada no final de fevereiro, 10 pessoas já foram presas.
Anselmo Oliveira – ASCOM/SSP

ARSENAL DE ARMAS E MUNIÇÕES É APREENDIDO EM RESIDÊNCIA DE POLICIAL MILITAR EM SÃO LUÍS

Uma operação realizada pela Polícia Civil através da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) resultou na manhã desta quarta-feira (29) com a prisão do Sargento da Polícia Militar do Maranhão, identificado como Frankleiton Chaves Coelho, 37 anos, pois na residência do mesmo foi apreendido um vasto armamento de uso restrito.
A prisão teve como base, investigações que apontavam ser o militar proprietário de uma residência no Bairro de Fátima que funcionava uma “oficina” de armas.
De posse dessas informações, uma equipe da Senarc se deslocou até o local apontado pelas investigações para apurar a veracidade dos fatos, sendo confirmando durante um cumprimento de busca e apreensão. Na residência foram encontradas 5 armas, sendo 2(duas) espingardas ,1(uma) pistola 9 milímetros,1(uma) pistola 380, 1(um) revólver calibre 38 e cerca de 600 munições.
O policial foi conduzido à sede da Senarc em São Luís, onde foi autuado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e posteriormente encaminhado ao Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, permanecendo preso até as apurações dos fatos.
A Secretaria de Segurança Pública esclarece que as investigações prosseguem e qualquer desvio de conduto ou crime será rigorosamente objeto de apuração. A SSP-MA frisa que a função do Policial Militar é proteger a população e que não compactua com desvios de conduta e crimes praticados por seus servidores. Se confirmada a participação do PM, ele será responsabilizado.
ASCOM/SSP

POLÍCIA CIVIL PRENDE TRÊS PESSOAS E APREENDE CERCA DE 12 TABLETES DE ENTORPECENTES, AVALIADOS EM 200 MIL REAIS

Intensificando as ações positivas da Polícia Civil contra o tráfico de entorpecentes na região metropolitana de São Luís, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresentou por volta das 10hs, no auditório do Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), José de Ribamar Pimenta Barros e Alessandra Pinheiro Lopes, com a posse de 12 tabletes de uma substância com características de ser crack. A dupla foi presa no bairro do Pão de Açúcar, nesta terça-feira (28), por volta das 18hs. Após ouvidos na Senarc foram autuados em flagrante delito, pelo crime de tráfico de entorpecentes.
Após monitoramento, os policiais da Senarc prenderam os acusados no bairro citado. Com os acusados foram apreendidos 12 tabletes de crack, 58 invólucros da mesma substancia e uma balança de precisão. O Delegado Geral de Polícia Civil Lawrence Melo, informou que “Os entorpecentes comercializados, principalmente, o conhecido como crack, vem gerando destruição das famílias, pois ele é uma droga das mais destrutivas no mercado de entorpecentes. Por conta disso, estamos deixamos de combater apenas o pequeno traficante, mas buscamos almejar também na prisão do grande traficante, que comercializa os entorpecentes em grande quantidade. Nestas ações, culminou na prisão de José de Ribamar Pimenta Barros e Alessandra Pinheiro Lopes. Ratificamos assim o combate contra o tráfico de drogas na região metropolitana de São Luís e nos municípios maranhenses”, ressaltou o Delegado Geral.
As informações repassadas pelo superintendente da Senarc, Carlos Alessandro, no auditório do CIOPS foram que as investigações iniciaram por conta de várias denúncias pelo aplicativo do WhatsApp (9 9163 4899), que apontavam os acusados José de Ribamar Pimenta Barros, 20 anos de idade, e Alessandra Pinheiro Lopes, 33 anos, de estarem realizando o tráfico de drogas na região. “A prisão do casal sucedeu por conta de uma investigação de mais de 30 dias. Foi realizado ainda um monitoramento, culminando na prisão de José de Ribamar Pimenta Barros e Alessandra Pinheiro Lopes. Na residência deles funcionava um local de comercialização de drogas. Durante a abordagem pela equipe da Senarc, eles foram flagrados com o s 12 tabletes de crack. Os entorpecentes apreendidos estão avaliados em cerca de 200 mil reais, onerando assim o caixa desses criminosos, que agem na região metropolitana de São Luís.
Após serem ouvidos eles foram autuados pelos crimes de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico e permanecerão à disposição da Justiça. As investigações continuarão no sentido de identificar se há outros envolvidos”, pontuou o superintendente.
Prisão por envolvimento com o tráfico de entorpecentes
Durante a coletiva, o delegado Valdenor Viegas, que responde pelo Departamento de Narcotráfico da Senarc na capital, salientou, que o acusado identificado por Luan Deivison Aguiar também fora preso de posse de invólucros de entorpecentes. Os policiais da Senarc realizaram a prisão dele, na área central de São Luís. O delegado ressaltou ainda, “Que o acusado já vinha sendo investigado a um certo tempo. Ele é responsável pela distribuição de drogas, tanto na classe alta como média, sendo considerado um criminoso que abastece o tráfico de entorpecentes na classe social.
 Luan Deivison Aguiar foi preso com uma certa quantidade de cocaína e maconha, esta droga seria distribuída na área central de São Luís. Após ser preso, Luan Deivison foi ouvido pelos delegados da Senarc e autuados pelo crime de tráfico de entorpecentes e permanecerão à disposição da Justiça.
Mauro Wagner – ASCOM/SSP

Vídeo fraudulento do Pará, de 1 ano atrás, é postado em São Luis para atingir Grupo Mateus


Um vídeo fraudulento, gravado há 1 ano, em Parauapebas, no Pará, com ‘objetivos inescrupulosos’, foi divulgado essa semana, nas redes sociais de São Luís, para atingir o grupo Mateus, induzindo as pessoas a acreditarem que o fato acontecera na capital maranhense. No vídeo, uma peça de bacon é lavada, esfregada e depois cortada em pedaços, como se fosse ser embalada para a venda. O produto estava descartado.

Ciente do fato, o presidente do grupo, Ilson Mateus, determinou a apuração da denúncia e constatou que se tratou de uma fraude, intentada há um ano, no setor de frios e laticínios do Mix Atacarejo Parauapebas, em Parauapebas, no Pará. Com tudo apurado e as provas em mãos.

O grupo Mateus divulgou a seguinte ‘Nota de Esclarecimento”

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Prezamos sempre pela transparência com os nossos clientes, e neste momento não poderia ser diferente. Nesta semana, de acordo com informações audiovisuais divulgadas em algumas mídias digitais, um fato isolado ocorrido na Loja Mix Atacarejo Parauapebas, no Pará, no início de 2016 – há mais de um ano – colocou em dúvida nossos procedimentos de manipulação, conservação e exposição de produtos.

Antes de nos posicionar, buscamos averiguar o fato, o que nos deu a certeza, frente às informações colhidas, de que o vídeo foi produzido de forma fraudulenta, inclusive com objetivos inescrupulosos. As provas já se encontram com o órgão responsável. Garantimos que os produtos com características violadas são inutilizados e descartados.

Informamos que todos os procedimentos realizados em nossos estabelecimentos seguem as normas pré-estabelecidas pelos órgãos competentes e que possuímos equipe especializada em manter a qualidade e conservação dos produtos por meio de vistorias constantes, estudo de novas tecnologias e treinamento de toda a área de manipulação de alimentos.

Asseguramos  que o aprendizado adquirido será revertido em ações internas, e, para que não fiquem dúvidas, estamos à disposição dos órgãos competentes, inclusive do Maranhão, para quaisquer esclarecimentos.

Ressaltamos, por fim, que a loja Mix Atacarejo Parauapebas é constantemente fiscalizada pela Vigilância Sanitária e órgãos de proteção ao consumidor, o que reforça a conduta da empresa.

Grupo Mateus


Fonte: O Informante

segunda-feira, 27 de março de 2017

Bandido tenta assaltar dentro de ônibus e é assassinado no Anil

No início da tarde de hoje (27) um assaltante foi assassinado dentro de um coletivo da linha Cohatrac IV.
O assaltante estava acompanhado de um comparsa. Eles anunciaram o assalto próximo ao Anil. Um passageiro que estava no interior do veículo estava armado e reagiu atirando contra um dos meliantes, que morreu no local. O outro bandido tentou fugir, mas foi capturado por populares.
O corpo ainda encontra-se dentro do ônibus aguardando o Instituto Médico legal (IML).
Fonte: Luis Cardoso

Suspeitos do latrocínio que vitimou estudante de odontologia são mortos em confronto com a polícia

Ontem (26) Iranilson Costa e Gerson Coelho estavam  aterrorizando pelas proximidades da Galeria da Difusora, na Camboa. Uma viatura do Choque foi mobilizada e ao chegar ao local os dois indivíduos evadiram-se e começaram a trocar tiros com os policiais. A polícia revidou  e iniciou-se um tiroteio, onde os dois acusados foram alvejados e encaminhados para o Socorrão I, porém não resistiram aos ferimentos e faleceram já no hospital.
Com os meliantes foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre  9 mm e um revólver calibre 38.
Ambos são suspeitos de envolvimento no latrocínio que vitimou 0 universitário Rafael Costa Leite, estudante de Odontologia na Faculdade Florence, na Rua Rio Branco, em abril de 2015.

3º BPM: Suspeito de estupro é preso pela PM em Imperatriz

Por volta das 17 horas, do dia 22/03, após receber a informação, via Central de Operações da PM, de que um carro corola de cor prata estava em alta velocidade sentido a BR 010, sendo perseguida pela viatura rotam 02 que perdeu o mesmo de vista. Logo em seguida a viatura do Bacuri ao deslocar para as proximidades deram a continuidade a perseguição, conseguindo abordar o carro por trás da Rodoviária nova, onde o elemento, Jhordan Novaes Vasconcelos 31 anos, adentrou em um matagal. Feito o cerco pelas guarnições, o suspeito foi preso. No momento de sua prisão naquele local nos chegou a informação de que o conduzido havia abusado sexualmente de uma vulnerável e que o mesmo praticou o ato no exercício ilegal da profissão de terapeuta.
apm3
apm1
O conduzidos foram entregue no DP sem lesões corporais.
apm2
OBJETOS APRENDIDOS
1 Celular IPhone, 1 chave de um carro(Corolla ) 1 documento pessoal(pertencente ao acusado, RG), 1Toyota Corolla prata de placa Ofw-1658, 1 CRLV do veículo, 1 Notebook.

EQUIPE DA POLÍCIA MILITAR PRENDE SUSPEITOS COM ARMA DE FOGO E APREENDE VEÍCULO ROUBADO NO JOÃO PAULO

Na tarde do último domingo (26) homens do motopatrulhamento do   o 9° Batalhão da Polícia Militar por intermédio da equipe Raio Bravo prendeu em flagrante os suspeitos, Diego Jorge Almeida Gusmão, 23 anos, Iago Jansen dos Santos, 19 anos e Luís Felipe Mendonça Raiol, 18 anos. Todos presos por Roubo e Porte ilegal de arma de fogo no bairro João Paulo.
A equipe Raio Bravo realizava rondas pelo bairro João Paulo quando avistou um veículo Corsa Classic Branco de placa NNG9283 com três (03) elementos em atitude suspeita, que após breve perseguição conseguiram intercepta-los próximo a rotatória do João Paulo e ao proceder a revista pessoal nos mesmos e no veículo, foi encontrado uma arma e vários objetos de roubo, e logo, em seguida a vítima se dirigia a uma delegacia, quando avistou os mesmos serem abordados e se identificou como a pessoa que havia sido assaltada minutos antes pelos indivíduos.
De imediato a guarnição deu voz de prisão e conduziu os elementos ao plantão da Vila Embratel sem lesões corporais. Além disso foram apreendidos um revólver calibre 38, seis munições intactas, dois aparelhos de celular, joias e um veículo.
Rose Silva – ASCOM/SSP

POLÍCIA CIVIL DESMONTA ESQUEMA DE VENDA DE VEÍCULOS ROUBADOS NA BAIXADA MARANHENSE

A Polícia Civil do Maranhão por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), dando continuidade em seus trabalhos de combater a criminalidade, realizou uma operação no último sábado (25) e domingo (26) em cidades da baixada maranhense.
O desdobramento da operação ocorreu nos municípios de Viana e Penalva onde foram apreendidos dois veículos e quatro motocicletas com sinais de adulteração nas placas. Na ocasião equipes da Polícia Civil coordenada pelo Delegado Jeffrey Furtado ainda conseguiram prender em flagrante, pelo crime de porte ilegal de arma, José Maria Silva dos Santos.
A operação é consequência de uma investigação que constatou que parte dos veículos automotores que são roubados na capital maranhense estão sendo levados para o interior onde há poucas fiscalizações.
ASCOM/SSP

POLÍCIA CIVIL PRENDE DOIS HOMENS PELOS CRIMES DE HOMICÍDIO E ESTUPRO NO INTERIOR DO MARANHÃO

No último sábado (25) a Polícia Civil desenvolveu trabalhos por meio das Delegacias das cidades de Santa Inês e Morros, que resultaram nas prisões de Itamar Santos Sousa Júnior e Hélio Fernando da Silva, pelos crimes de homicídio e estupro de vulnerável.
A primeira prisão a ser executada foi na cidade de Santa Inês, quando uma equipe da Polícia Civil coordenada pelo Delegado Ederson Martins localizou Itamar Santos, acusado de cometer um homicídio na praça matriz de Santa Inês durante um evento carnavalesco.
Já na cidade de Morros, município que fica à cerca de 100 km da capital maranhense, após investigação homens da Civil sob o comando do Delegado Leonardo Oliveira, conseguiram localizar e prender na cidade de Presidente Juscelino, Hélio da Silva, pois em seu desfavor existe uma acusação pela prática de crime de estupro vulnerável.
Em todos os casos, os acusados foram conduzidos até as respectivas Delegacias dos municípios onde devem permanecer presos à disposição do Poder Judiciário.
Anselmo Oliveira – ASCOM/SSP

sexta-feira, 24 de março de 2017

Polícia Militar do Maranhão intensifica as ações do Cosar nas regiões fronteiriças do Maranhão

A Polícia Militar do Maranhão objetivando intensificar e estreitar ações de combate aos crimes contra as instituições financeiras nas regiões fronteiriças do Maranhão e estados vizinhos, visitou as forças de segurança localizadas em Marabá-PA. O Comandante da Polícia Militar, o Cel. José Frederico Pereira acompanhou a equipe de Comandos de Operações de Sobrevivência em Áreas Rurais (COSAR), onde na oportunidade visitaram as forças de segurança local, na ênfase de fortalecer as fronteiras entre os Estados.

Dando continuidade no projeto de combate aos criminosos de realizarem ataques contra as instituições financeiras, o Governador Flávio Dino e o secretário de segurança pública Jefferson Portela autorizaram ações voltadas para uma redução maior contra os ataques ás agências bancárias no Ma.  Assim sendo, o comandante da PM autorizou a visita do Comandante da Polícia Militar, o Cel. José Frederico Pereira, em visita nesta última quarta-feira (22), a 23ª Brigada de Infantaria da Selva e a Delegacia de Polícia Civil, localizados em Maraba-PA. 

Durante a visita na Brigada de Infantaria, o Comandante da Polícia Militar, o Cel. José Frederico Pereira acompanhado ainda do Comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), o Cel. Antônio Carlos Sodré, os quais foram recebidos pelo General Eugênio Pacelli, onde no encontro foi enfatizada pelo Comandante da PM do Maranhão, uma cooperação para que seja realizadas ações de fortalecimento para as fronteiras no combate as ações das quadrilhas, os quais realizam ataques contra agências bancárias na região.

Curso do 4º COSAR com o apoio da 23ª Brigada de Infantaria


O Comandante o Cel. Frederico pereira ressaltou ainda durante a visita à brigada, um apoio por conta da realização do próximo Curso do COSAR, estando na sua 4ª turma a ser formada em dada ainda a ser definida. O Comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), o Cel. Antônio Carlos Sodré informou que a parceria incide para que o COSAR realize um módulo, do 4º Curso do COSAR; com o apoio da 23ª Brigada de Infantaria da Selva, no sentido de qualificar os policiais em um ambiente diferenciado.

“O COSAR pretende contar com a experiência do Treinamento em Selva do Exército nesta região. Gostaríamos que o próximo curso tivesse o treinamento desta brigada para qualificação dos policiais, sabemos que é comum as duas instituições trocarem experiências”.

Em continuidade nas visitas, dirigiram-se à delegacia de Polícia Civil de Marabá, sendo recebidos pela delegada Simone Felinto e sua equipe. A delegada responde pela Superintendência regional do Sudeste do Pará. A equipe de Polícia Civil de Marabá também  dispuseram-se, em contar com o apoio do COSAR, no sentido de trabalharem em conjunto contra as ações criminosas na região.

Ainda em prosseguimento, o Comandante e equipe se dirigiram à Polícia Rodoviária Federal, recebidos pelo Chefe Franklin Santos, da delegacia da PRF de Marabá. No ensejo foi enfatizada ainda a participação em conjunto, das ações do COSAR nas fronteiras dos estados circunvizinhos maranhenses, coibindo assim as ações criminosas e fortalecendo as barreiras nas fronteiras.

Nesta quinta-feira (23), o Comandante, o Cel. José Frederico Pereira e equipe visitaram o 4º Batalhão da Polícia Militar em Marabá, sendo recepcionados pelo Ten. Cel. Eudes Favacho. Na pauta, ainda o objetivo de fortalecer as barreiras policiais nas fronteiras dos Estados e um apoio amplo em prol das atuações das forças de segurança nas fronteiras dos estados vizinhos; de forma a integrar as forças policiais no sentido de impedir os ataques contra as agências bancárias.


Durante as visitas, o Comandante, o Cel. José Frederico Pereira e o Comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), o Cel. Antônio Carlos Sodré reforçaram acerca das atuações do COSAR é treinado para agir de forma rápida, inteligente e com uma resposta extremamente satisfatória no combate ao crime em áreas rurais. Usamos a simbologia da onça como os guerreiros na selva no sentido de combater os criminosos em áreas de difícil acesso. 

A equipe do Cel. Pereira realizou ainda visitas em equipes de reportagens locais de Marabá, para viabilizar a importância do COSAR contra as ações criminosas nas áreas de fronteiras do Estado do Maranhão, notadamente, demonstrando uma real diminuição dos ataques pelas quadrilhas às instituições financeiras no Maranhão.

Polícia Civil prende traficante de drogas mais procurada da Capital

“Missão dada é missão cumprida, e foi exercida pelo sistema de segurança com êxito”, Lawrence Melo

A Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), apresentou resultados de uma operação minuciosamente arquitetada para fins de acoplar a prisão da principal cabeça de liderar o tráfico de drogas e uma facção criminosa, atuante no condomínio do Programa de Aceleração ao Crescimento (PAC), no bairro da Camboa/Liberdade, Valdirene Pereira (34), popularmente conhecida por “Val”.

Segundo o superintendente, Carlos Alessandro essa ação foi desempenhada na noite desta quinta-feira (23), e teve êxito, tanto que prendeu Val, além de, Raul Giudicelly Carvalho Silva (28) e Leonardo de Oliveira Souza (35), o “Leo Gordo”, sob acusação dos crimes de associação criminosa e tráfico de drogas.  

A operação iniciou-se no bairro da Ponta D’Areia, onde agentes prenderam Val e Raul que permaneciam hospedados em um hotel na Península.

Em seguida a prisão dos dois, os agentes foram até o bairro da Camboa, de modo a cumprir mandados de busca e apreensão nas residências dela, provenientes de possíveis pontos de vendas de drogas administrados por Val. Em andamento foi preso também Leonardo Souza, que consta em seu desfavor um mandado de prisão preventiva em aberto.

Vale advertir que Val já havia sido presa juntamente com seu marido conhecido por “Daniel” no ano de 2015 em decorrência de uma operação desencadeada entre a SEIC e SENARC. Prontamente no ano de 2016 foi preso “Pinóquio”, responsável pelo armazenamento do armamento de Daniel, no tempo sendo apreendida quatro pistolas .40, dois revolver calibre 38 e uma submetralhadora 9mm. Fortemente armados e prontos a promover barbárie na capital. Daniel meses depois foi assassinado no bairro do Renascença, diante disso Valdirene assumiu a chefia de uma facção criminosa com atuação nos bairros da Camboa, Liberdade e alguns bairros na região central de São Luís.    

Durante coletiva foi destaque o brilhante trabalho exercido pelas forças de segurança no combate que se faz contra o crime organizado e ao tráfico de drogas. A maior operação já registrada no estado do Maranhão, foi notadamente exercida no condomínio do PAC, que movimentou de forma técnica e profissional mais de mil homens dentre eles polícias civil e militar e ainda o corpo de bombeiros militar, chefiados pelo Secretário de Segurança, Jefferson Portela.

Lawrence Melo objetivou a operação como plena as pessoas residentes naquela área; “O objetivo principal foi resguardar a cidadania e o direito de moradia de mais de duzentas e oitenta e oito famílias que lá residem e que estavam sendo ameaçadas por organizações criminosas com foco no tráfico de drogas. Essas facções tencionaram ocupar um território que não lhes pertence. E o sistema de segurança naquela data agiu prontamente, restabelecendo todas as diretrizes em que se fundamentam o estado democrático de direito”, pontuou.

Vale ressaltar que a cúpula do sistema de segurança tinha ciência que tanto Val quanto Léo Gordo não estariam presentes na data realizada da ação, mas, nem por isso deixaram de cumprir na ocasião a missão a eles estabelecida.

O Subcomandante da PM, Cel. Jorge Luongo, destacou que o trabalho é fruto de uma integração entre as policias maranhense; “Isso é fruto de um trabalho iniciado há bastante tempo, é uma marca da gestão do dr. Jefferson Portela, a conexão entre as policias e o resultado positivo alcançado hoje fortalece e encaminha todas as ações para um resultado que a sociedade deseja, melhora na segurança e nos índices de criminalidades no nosso estado”, acrescentou. 

Polícia Civil prende quadrilha especializada em roubo e comercialização ilegal de combustível no interior do Maranhão.

“Operação Colombo” desenvolvida pela Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic) por meio do Departamento de Combate ao Roubo de Cargas, desarticulada nas cidades de Itapecuru-Mirim, Anajatuba, Coroatá, Barra do Corda e Codó.


Na operação 12(doze) pessoas foram presas pelos crimes de furto qualificado, compra, distribuição, venda ilegal de combustíveis e formação de quadrilha. Que ainda contou com apoio operacional das Delegacias Regionais de Codó e Barra do Corda.

PRESOS
Kennedy Araújo Soares (42) – Itapecuru Mirim
João Batista Silva Santos – Coroatá
Francisco Nem da Silva - Barra do Corda
Ademilton Borges de Sousa - Codó
Jaciel Coelho Mota – Codó
Antônio Ramos da Silva (61) -  Tuntum
José Aldo Rodrigues Santana (45) - Itapecuru Mirim
Romário Licar Freire (27) - Itapecuru Mirim
Hailson Ribeiro de Lemos – Itapecuru Mirim
Ednaldo de Jesus Mendonça – Itapecuru Mirim
Gheckson Ferreira dos Santos (33) – Itapecuru Mirim
Tatiana Lisboa Gama (25) - Anajatuba

MATERIAL APREENDIDO
1.500 litros de combustível
2(dois) Caminhões Tanque contendo 50 e 25 mil litros de combustíveis. 

Acusado de homicídio é preso pela Polícia Civil na cidade de Carolina

Durante uma ação da Polícia Civil por meio da Delegacia da cidade de Carolina, que fica ao sul do Maranhão, resultou na prisão em flagrante na tarde da última quinta-feira (24) de João Batista dos Santos, de 37 anos, acusado de cometer um homicídio naquela cidade.
 
O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira(24) em um Povoado conhecido como Helenopólis, que fica à cerca de 70 km da sede do município, na divisa com o estado do Tocantins. Segundo o Delegado Elmerich Vanderlei, após uma discussão com a vítima identificada como Evanílson Nascimento de Sousa em um estabelecimento comercial, o acusado se apoderou de uma arma branca (faca) e deferiu dois golpes letais na altura da região torácica da vítima.
 
Em menos de 24 horas após o crime, uma equipe da Polícia Civil conseguiu prender João Batista, logo o mesmo foi conduzido até a Delegacia para prestar seu devido depoimento e onde foi autuado pelo crime homicídio qualificado pelo motivo fútil, ficando custodiado até que saia um posicionamento da Justiça.
 
Anselmo Oliveira – ASCOM/SSP

Polícia Civil elucida caso de roubo a empresa em Santa Luzia do Paruá

 
A Polícia Civil através da Delegacia da cidade de Santa Luzia do Paruá, concluiu na manhã desta quinta (23) as investigações relativas ao roubo ocorrido em um estabelecimento comercial, no último dia (11). Como resultado da ação policial, foram presos os irmãos Wellington Oliveira Costa, de 24 anos e Osmael Oliveira Costa, de 28 anos, além da apreensão de um adolescente.
 
A prisão foi anunciada pelo Delegado Gabriel Tersi. Segundo as investigações Wellington seria funcionário do estabelecimento, e consequentemente forneceu informações precisas sobre o melhor horário para o crime, além de indicar o local exato do cofre e outros bens valiosos.
 
As investigações ainda concluíram que Osmael providenciou a arma de fogo e a contratação do adolescente infrator para realizar o crime.
 
Tal adolescente adentrou no ponto comercial com arma em punho e mediante a grave ameaça, subtraiu bens de valores do local.
 
Os irmãos Wellington e Osmar foram indiciados pelos crimes de associação criminosa, roubo majorado pelo emprego de arma de fogo e por corrupção de menores, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Já o menor, reincidente na prática de crimes contra o patrimônio, foi apontado como autor dos atos infracionais.
Anselmo Oliveira – ASCOM/SSP