Páginas

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

POLÍCIA MILITAR POR MEIO DO … BATALHÃO PRENDE ASSALTANTES DE BANCO

A Polícia Militar do Maranhão na quarta-feira (28), prenderam alguns criminosos que praticaram um roubo à agência dos Correios de Cururupu. As forças policiais da cidade iniciaram as investigações ao tomar conhecimento dos fatos conseguindo prender logo em seguida dois criminosos que prestavam auxílio aos autores, identificados como Júlio César Martins Costa e Rafael Pinheiro.
As diligência não cessaram e já por volta das 5 hrs desta quinta-feira (29) o resto do bando foi localizado e preso em flagrante. Foram presos Rogério Pinheiro, Gilson Carlos Martins, Gilson Carlos Raiol Corrêa e Mailson Ribeiro Dias.
Com a quadrilha, que é originada da cidade de Pinheiro, foi apreendida armas de fogo e o dinheiro subtraído dos Correios e dos clientes.
O Subcomandante do Batalhão de Polícia Militar de Cururupu destacou a importância do trabalho realizado: “A polícia trabalhou sem parar até localizar os criminosos, descobrimos que essa quadrilha é de Pinheiro e estava tentado se firmar na nossa região, contudo, mostramos para os criminosos que em Cururupu não irão se fixar”, afirmou o Tenente Breno Marques.
Mais uma vez com o trabalho incessante das forças policiais que contou inclusive com o apoio do setor de inteligência da Secretaria de Segurança conseguiu-se em poucas horas identificar e prender toda a quadrilha responsável pelo crime.

Por: Carla Andrade

MULHER QUE SIMULOU O PRÓPRIO SEQUESTRO É PRESA PELA POLÍCIA CIVIL

Na noite da última quinta-feira (29), a Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais -SEIC, prendeu em flagrante delito Maria Aparecida Cardoso, conhecida como “Gleyce”, de 31 anos de idade, acusada de simular o próprio sequestro atribuindo o crime a uma ex-namorada do seu companheiro.
Segundo as investigações, “Gleyce’” já havia registrado duas ocorrências falsas de ameaça e roubo, além de relatar também ao companheiro o furto eletrônico de sua conta bancária. Na última quinta-feira, a autuada chegou a enviar fotografias suas supostamente inconsciente, com textos ameaçadores, passando-se pela antiga namorada, o que fez o marido acionar a Polícia Civil para investigar o possível caso de sequestro.
Por ter dado causa à instauração de investigação policial, a autora irá responder pelo crime de Denunciação Caluniosa, previsto no art. 339 do Código Penal Brasileiro, que prevê uma pena de até oito ano de prisão, e após as formalidades legais, será encaminhada ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

21º BPM PRENDE DUPLA E RECUPERA PISTOLA PT 840 DE USO RESTRITO DA PMMA NA VILA SAMARA

O Esquadrão 21, equipe Alfa do 21º BPM, em patrulha realizada nas primeiras horas desta quinta-feira (29), conseguiu apreender uma pistola 840 cal. .40 de uso restrito e pertencente a Polícia Militar do Maranhão e prender dois homens, na Vila Samara, zona rural de São Luís.
A equipe ao passar pelo bairro, recebeu denúncias de moradores que em uma residência abandonada próxima a um terreno baldio, localizada na rua do Cacau, havia três homens em atitudes suspeitas. Ao se deslocarem até o local um dos indivíduos conseguiu empreender fuga e os outros dois foram devidamente abordados e revistados.
Em continuidade a revista a polícia foi até uma outra casa onde encontrou num quarto duas mochilas e dentro dela uma pistola PT 840 cal. .40 Taurus n° SHO 13776 1370/14 com dois carregadores e oito munições de uso restrito e que pertence a PMMA.
Foi encontrado ainda um relógio dourado; dois aparelhos celulares; o valor em espécie de R$ 106,00; uma TV 32”; um facão e um dichivador para uso de drogas.
A dupla foi identificada como Jefferson Gustavo Silva e Silva, de 21 anos e Alex de Jesus Martins, de 29 anos. Logo após as prisões os indivíduos foram apresentados no 12º Distrito de Polícia Civil.

Por Carolina Gomes

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

“VAMOS BUSCAR UM POR UM”, DIZ SECRETÁRIO SOBRE QUADRILHA EXPULSA DE BACABAL PELA PM

Após expulsar de Bacabal uma quadrilha de criminosos de outros Estados, a Polícia Militar do Maranhão (PMMA) busca fugitivos por toda a região. A Polícia Civil também atua intensamente nas buscas. O alvo da quadrilha foi o prédio do Banco do Brasil na cidade, na noite deste domingo (25).
“Vamos buscar um por um, como já fizemos em 100% dos casos de roubo a banco. Somos o Estado que tem 300 assaltantes de banco presos e 100% dos casos elucidados com prisões ou neutralizações de bandidos”, diz o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.
Durante a ofensiva dos criminosos, a Polícia Militar reagiu – com armamentos que incluíam fuzis – e conseguiu expulsar a quadrilha do município.
Três suspeitos foram mortos no confronto. Duas pessoas estão presas por suspeita de envolvimento com a quadrilha. O bando tinha dezenas de pessoas.
Pronta reação
Os criminosos atacaram a Delegacia Regional, o 15º Batalhão e o 1º DP, no Centro. Também fizeram pelo menos dois pontos de bloqueio na cidade para tentar impedir a ação da polícia. Mas os policiais reagiram prontamente.
“De imediato todos nós, a noite toda, acompanhamos nossos policiais, que são homens que praticaram atos de bravura”, diz Jefferson.
“Os policiais partiram para cima, neutralizaram definitivamente três criminosos e isso deu um recado claro para eles. Viram que a força letal também estava sendo usada contra eles. Por isso essa fuga estabanada deles para todos os lados”, acrescenta o secretário.
Busca pelos fugitivos
Cerca de 300 policiais estão participando da operação de busca pelos fugitivos. A ação inclui buscas por meio de helicóptero.
“Informo que a polícia adotou todas as providências cabíveis, inclusive com deslocamento de efetivo de cidades vizinhas. O comandante-geral da PM está na região”, disse o governador Flávio Dino em sua conta no Twitter.
De acordo com Portela, há informações de que veículos dos suspeitos passaram em fuga por cidades da região. Os batalhões da região estão interceptando e buscando esses suspeitos.
O secretário Jefferson Portela acrescenta que “a ordem aqui no Estado do Maranhão, em nome da lei, é usar a força para defender o cidadão. Iremos buscar todos eles estejam em qualquer lugar do planeta Terra”.
Outras prisões
No total, foram presas oito pessoas: os dois suspeitas de envolvimento com o bando, sendo que um estava recolhendo o dinheiro deixado no chão do local do roubo; e mais seis pessoas pegando o dinheiro deixado no chão após o assalto.
“Tentaram se aproveitar de uma situação de crise, criando mais problema para a polícia, que já tinha que combater os próprios assaltantes”, conta Portela.
“Nessa condição, foi preso um soldado da PM do Piauí, armado no local. Ele será investigado profundamente para saber se só praticou esse ato de querer levar vantagem ou se ele fez algum trabalho prévio de cobertura para a quadrilha”, explica Portela.
Novo cangaço
Dos três suspeitos mortos no confronto, um é de Tocantins, um é da Bahia e um é do Maranhão. O baiano era irmão do maior chefe de quadrilha de criminosos violentos da Bahia.
“Portanto, são bandidos da Bahia associados a bandidos do Tocantins e a bandidos daqui para praticar essas ações. É uma modalidade conhecida como novo cangaço, que usa extrema violência e busca matar policiais. Não vamos permitir isso aqui no Estado do Maranhão; e isso custará muito caro para eles”, afirma Jefferson Portela.

POLÍCIA MILITAR POR MEIO DO … BATALHÃO PRENDE ASSALTANTES DE BANCO

A Polícia Militar do Maranhão na quarta-feira (28), prenderam alguns criminosos que praticaram um roubo à agência dos Correios de Cururupu. As forças policiais da cidade iniciaram as investigações ao tomar conhecimento dos fatos conseguindo prender logo em seguida dois criminosos que prestavam auxílio aos autores, identificados como Júlio César Martins Costa e Rafael Pinheiro.
As diligência não cessaram e já por volta das 5 hrs desta quinta-feira (29) o resto do bando foi localizado e preso em flagrante. Foram presos Rogério Pinheiro, Gilson Carlos Martins, Gilson Carlos Raiol Corrêa e Mailson Ribeiro Dias.
Com a quadrilha, que é originada da cidade de Pinheiro, foi apreendida armas de fogo e o dinheiro subtraído dos Correios e dos clientes.
O Subcomandante do Batalhão de Polícia Militar de Cururupu destacou a importância do trabalho realizado: “A polícia trabalhou sem parar até localizar os criminosos, descobrimos que essa quadrilha é de Pinheiro e estava tentado se firmar na nossa região, contudo, mostramos para os criminosos que em Cururupu não irão se fixar”, afirmou o Tenente Breno Marques.
Mais uma vez com o trabalho incessante das forças policiais que contou inclusive com o apoio do setor de inteligência da Secretaria de Segurança conseguiu-se em poucas horas identificar e prender toda a quadrilha responsável pelo crime.

BAIRRO FUMACÊ RECEBE A VISITA DOS REPRESENTANTES DO PACTO PELA PAZ E FORMA CONSELHO COMUNITÁRIO

No início da noite dessa terça-feira (27/11), a comunidade do bairro Fumacê, na área do eixo Itaqui Bacanga, recebera a visita de equipe do programa Pacto pela Paz/SSP. O evento ocorreu na Escola Severiano Nunes, motivada pelo interesse daquela comunidade em conhecer o programa criado pela Lei Estadual 10387, de 21/12/15, sancionada pelo Excelentíssimo Governador do Estado do Maranhão- Dr Flávio Dino.
O Pacto pela Paz, possui sua sede nas instalações da Secretaria de Segurança Pública, onde o detentor da Pasta -Dr. Jeferson Portela, fala com orgulho das ações implementadas pelo trabalho dos Conselhos com uma visão macro de políticas públicas efetivas.
Na Coordenação do programa, há a presença sempre marcante do Dr. Dicival Gonçalves da Silva, delegado experiente e de fino trato com os trabalhos no campo social. No decorrer dos trabalhos dos palestrantes, na pessoa do TC PM Ivan Gois e do Maj PM Waldey Lemos, Coordenadores de sub área Sul e Leste, respectivamente, elencaram com detalhes a importância da lei sancionada, a valorização do público interno e a logística pontual, bem como, a motivação para adequação de Conselhos em diversas comunidades da capital e interior e a diminuição significativa nos crimes diversos.
Os presentes ouviram atentamente as dissertações e ao final, por aclamação popular, foram eleitos 21 (vinte e um) Conselheiros no citado bairro, perfazendo com esse, o 89° CCP formado no Maranhão.
A diretoria do Conselho Comunitários pela Paz do bairro Fumacê, ficou assim composta:
Presidente- Márcio Franklin
Vice-Presidente- João Paulo Marques
1° Secretário-Johnes Matos Silva
2° Secretário- Pedro Gomes de Carvalho
Diretor de Assuntos Sociais- Francisco Ângelo Galiza.

Polícia cerca cidades vizinhas a Bacabal para tentar prender assaltantes de agência bancária

Bacabal e cidades próximas estão sendo monitoradas com forte esquema de segurança montado pela polícia do Maranhão para tentar localizar o bando que assaltou agência bancária do Bando do Brasil na noite do último domingo (25). A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) acredita que o grupo criminoso que invadiu a cidade era composto por, pelo menos, 30 integrantes, e que alguns assaltantes ainda estão escondidos na região.
Na ação criminosa, um morador e três bandidos morreram. Outro morador foi atingido por disparo de arma de fogo, mas se recupera. A estimativa da polícia é que os bandidos tenham levado R$ 100 milhões e este dinheiro ainda não foi recuperado. Contudo, os policiais apreenderam cerca de R$ 3,7 milhões com moradores da cidade. Entre os oito presos por furto por terem recolhido dinheiro após a explosão da agência estão o policial militar do Piauí, André dos Anjos de Sousa, e um bombeiro militar da própria cidade de Bacabal, Luís Gustavo Lima Mendes. Na tarde dessa terça-feira (27), após prestar esclarecimentos o policial militar foi liberado e vai responder em liberdade.
“Vamos tipificar a conduta deles nesse momento como furto. O do Piauí foi autuado, o bombeiro do Maranhão está sendo autuado e isso é o primeiro momento de atuação por um fato. Mas nós vamos colocá-los no raio apuratório para saber o que eles, enquanto militares, faziam no perímetro de prática de roubo a banco”, declarou Jefferson Portela, secretário de Segurança Pública.
A cidade, nesta quarta-feira (28), já retomou a sua rotina com o comércio e escolas funcionando normalmente, o que não aconteceu nos dois dias seguintes ao assalto.

Tiago Bardal e mais três são presos por envolvimento com bandos de assaltos a banco, diz polícia

Mandados de prisão foram cumpridos na manhã desta quarta-feira (28) em São Luís e Imperatriz. Além do delegado afastado, um investigador e dois advogados foram presos.

O ex-superintendente estadual de investigações criminais (Seic) do Maranhão, Tiago Bardal, foi preso novamente na manhã desta quarta-feira (28) por conta de uma investigação da Polícia Civil sobre uma quadrilha de assaltos a banco no interior do estado. 

Ele foi encaminhado para a sede da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Secor), em São Luís, para prestar depoimento.

Além do delegado afastado, o investigador João Batista de Sousa Marques e os advogados Werther Ferraz Júnior e Ary Cortez Prado Júnior também foram presos nesta operação realizada de forma simultânea em São Luís e Imperatriz, nesta manhã. 
Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de São Luís.
A ação é resultado de uma investigação da Secor e do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

COORDENADOR DO LAB-LD REGISTRA AVANÇOS EM INVESTIGAÇÕES FINANCEIRAS NO ÂMBITO DA POLÍCIA CIVIL DO MARANHÃO

O Laboratório de Tecnologia Contra a Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do Maranhão, inaugurado em dezembro de 2015, é uma unidade de inteligência financeira vinculada ao Centro de Inteligência da Polícia Civil responsável pelo assessoramento das unidades operacionais da Polícia Civil em análise de dados financeiros de maior complexidade, especialmente decorrentes da quebra de sigilo bancário, fiscal e relatórios do COAF, mediante aplicação de metodologia própria.

Enquanto Laboratório, o LAB-LD desenvolve soluções e metodologias que possam aperfeiçoar a investigação policial nos crimes financeiros em âmbito estadual, difundindo-as às unidades policiais.

Atualmente o LAB-LD/PCMA é coordenado pelo Delegado Gabriel Carvalho e Neves e conta com o apoio técnico-analítico de policiais altamente capacitados e com formação acadêmica na área contábil e financeira. A atuação em rede em todo país permite uma constante troca de experiências entre os demais LAB-LDs, com aperfeiçoamento constante dos métodos analíticos desenvolvidos e compartilhamento de boas práticas investigativas. Atualmente, existem 58 LAB-LDs em funcionamento no Brasil. O LAB-LD da Polícia Civil do Maranhão foi o 37º a ser inaugurado.

São princípios que orientam o funcionamento desta Rede:

Compartilhamento de metodologias e soluções;
Padronização de conceitos, procedimentos e modelos;
Aprendizado cooperativo interinstitucional;
Multidisciplinaridade organizacional;
Promoção de encontros de trabalho regulares.

O Delegado Gabriel Neves destaca que “antes do funcionamento do LAB-LD na Polícia Civil do Maranhão, não havia uma padronização nas representações pela quebra de sigilo bancário, fiscal e bursátil ao Poder Judiciário nem nas metodologias de análise desses dados. Por parte das Instituições Financeiras, também não havia uma padronização no envio desses dados. Cada banco enviava os dados de uma forma diferente e a transmissão ocorria por meio de documento impresso ou em mídia, com envio de um calhamaço de documentos que poderia levar até anos para ser analisado. Todos esses entraves acabavam dificultando a investigação financeira, sendo realizada apenas de forma excepcional”.

E conclui: “atualmente, a transmissão dos dados bancários é toda feita de forma digital, com transmissão segura (totalmente criptografada) e rápida, através do SIMBA (Sistema de Movimentações Bancárias), sistema desenvolvido pela PGR/MPF. Carta-Circulares do Banco Central padronizam o layoute de transmissão dos dados. Assim, os mesmos são apresentados de forma estruturada, com o mesmo formato pelas mais diversas Instituições Financeiras, o que permite o desenvolvimento de uma padronização metodológica com aplicação de poderosos softwares capazes de realizar a leitura nestes documentos e identificar padrões e comportamentos financeiros atípicos” – explica o Delegado Gabriel Neves.

“Os relatórios produzidos pelo LAB-LD apresentam evidências objetivas com demonstração de transações que apontam o caminho percorrido pelo dinheiro sujo e as tentativas de ocultação dos rastros pelos investigados para dificultar a ação dos órgãos de fiscalização, controle e persecução criminal”, completa Gabriel Neves.

Desde sua inauguração, o LAB-LD já recebeu 111 solicitações de abertura de casos de grande complexidade com investigação de cunho financeiro. Mais de 70 relatórios já foram confeccionados e difundidos aos demandantes. Ao todo, mais de 1.200 pessoas (físicas e jurídicas) já foram investigadas pela Unidade.

Dentre os crimes antecedentes à lavagem de dinheiro mais comuns apurados no LAB-LD estão a organização criminosa, os crimes contra a Administração Pública, fraude à licitação, tráfico de drogas, roubo a instituições financeiras, estelionato e os crimes contra a ordem tributária.

A iniciativa de implantar o LAB-LD na Polícia Civil do Maranhão representou importante medida de combate à lavagem de dinheiro no âmbito estadual, especialmente no interior do Estado, e tem avançado a cada dia com o desenvolvimento de soluções tecnológicas cada vez mais eficientes e com o compartilhamento de boas práticas investigativas entre os mais diversos atores imbuídos do mesmo propósito.

O Delegado Gabriel Neves destaca que é importante que as pessoas que tenham acesso a informações privilegiadas sobre esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro auxiliem a Polícia Civil através de denúncias. Todas as denúncias apresentadas serão armazenadas em um banco de dados e serão confrontadas com outras informações já existentes nas bases da polícia, permitindo um perfeito entendimento dos fatos criminosos e a possibilidade de responsabilização de todos os envolvidos. Uma das formas de denunciar é através do DISQUE-DENÚNCIA, cujo sigilo é assegurado de forma absoluta. Denuncie! (98) 3223-5800 para São Luis, (98) para denúncia via WhastApp, 0300 31 35 800 para denúncia interior.

Para maiores informações sobre o LAB-LD/PCMA visitar o site oficial da unidade:

EMOCIONANTE! Homenagem dos colegas de escola a Phillip, um dos irmãos que se afogou na praia do Araçagy.


Os alunos do Centro de Ensino Maria José Aragão, escola em que Phillip estudava fizeram uma corrente de oração na porta da casa do garoto, onde o corpo do menino estava sendo velado. 

Em meio a muita tristeza e comoção pela perda precoce do colega. Os amigos de escola levaram cartazes, para retratar a dor, e demonstrar o carinho pelo amigo que partiu ainda muito novo. Phillip da Silva Pires tinha 14 anos de idade, estava no nono ano, e era tido por todos os amigos e professores como um exemplo de ser humano.

Foram feitos dois círculos. O menor formado só por alunos da mesma sala de Phillip.

As palavras do gestor geral da escola, Wilson Corrêa, emocionaram a todos. Ao final uma salva de palmas ao adolescente.



Phillip morreu na praia do Araçagy, quando segundo testemunhas, foi tentar ajudar o irmão Mauro Gabriel de 13 anos, que também morreu afogado.

As mortes aconteceram no último domingo (12), na comemoração do dia dos pais. O pai dos garotos está desolado, assim como toda a família, amigos e vizinhos. As mortes comoveram a todos. No dia de comemoração, uma data festiva, que terminou em tragédia, o pai perdeu os únicos filhos. 
 
Fonte: Eduardo Ericeira

POLICIA CIVIL COMEMORA DIA DOS PAIS

A Polícia Civil do Maranhão, comemorou na data de hoje (13), o Dia dos Pais em sua mais nova sede, localizado na Av. Beira -Mar. Os policiais civis poderam congratular entre si, essa data que é tão importante.

Em sua casa nova a PC parabenizou todos os pais presentes, dignificando a honra que é ser um "Pai Herói".

Estiveram presentes na comemoração o Delegado Geral da PC, Leonardo Diniz, a Delegada Adjunta Geral- Adriana Amarante, além de todo o efetivo que compõe a Polícia Civil.
Veja imagens:











 

terça-feira, 31 de julho de 2018

Empresário morre ao cair do segundo andar de sua casa no centro de Rosário

A Polícia Militar (PM) informou que o empresário identificado como Rogério da Silva Domingues 38 anos, filho do falecido Manoel do bloco do Galo, morreu ao cair da janela de sua residência, localizada na rua Frei Caetano no Centro Comercial de Rosário.

A tragédia aconteceu por volta das 15:00 h do domingo (29) e chocou a população da cidade de Rosário, localizada na região do Munim. O empresário Rogério era muito conhecido e querido por todos.  

Segundo a polícia, Rogério estaria sozinho em casa e a primeira hipótese é que ele tenha escorregado da janela. O delegado responsável pelo caso policia ainda vai fazer levantamento do acidente.

TENENTE-CORONEL ROBERTO FILHO SERÁ O VICE-GOVERNADOR DE MAURA JORGE

O Tenente-Coronel Roberto Filho, atual Chefe de Comunicação da Polícia Militar do Maranhão, será o candidato a vice-governador na chapa de Maura Jorge (PSL). Com 28 anos na PM, o militar tem um trabalho reconhecido em todo estado e fortalece ainda mais o projeto da candidata de Bolsonaro no Maranhão. 

Roberto Filho é filiado ao PSL e dará uma força a mais no discurso de Maura Jorge, que terá sua plataforma montada em cima das propostas do candidato a presidente Jair Bolsonaro.
Uma de suas atuações se deu quando Roberto filho comandou o 27º BPM de Rosário, na época sétima companhia. Nesse período, conseguiu aproximar a comunidade da polícia. Trabalhando de forma atuante, diminuiu o índice de violência na região de forma significativa.

Maura Jorge também já tem confirmado o nome de Samuel de Itapecuru, também do PSL, como candidato ao Senado. Aliançada com o PRTB até então, Maura Jorge vai com uma chapa puro sangue para disputa eleitoral. 

Mesmo com o apoio do PRTB, Maura Jorge só terá o tempo proporcional que é distribuído a todos os candidatos ao governo, portanto a ex-prefeita de Lagoa da Pedra vai para disputa com apenas 9 segundos para falar no rádio e na TV.

Policia Civil prende Estelionatário com cartões e documentos falsos no Calhau, em São Luís

A Polícia Civil, através da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, prendeu na segunda-feira (30), Angêlo Augusto de Oliveira Salviano, de 41 anos, suspeito de cometer crime de estelionato, em São Luís.
Com ele, foram apreendidas cédulas de identidade expedidas pela Secretaria de Segurança Pública, bem como lista de pessoas e demais informações referentes a CPF, PIS, e demais dados encontrados em anotações que seriam utilizadas na composição de cédulas para auferir vantagem ilícita, junto a Caixa Econômica Federal, além de equipamentos utilizados na confecção dos documentos, como: impressoras e notebook, e a quantia de R$ 637,00 em espécie.
A prisão ocorreu em virtude de denúncias anônimas que davam conta que Angelo estava armazenando e comercializando entorpecentes no bairro Calhau, bem como produzindo documentação falsa, utilizando dados de terceiros para receber benefícios referentes ao PIS/PASEP.
Os crimes estavam ocorrendo em seu aparatamento localizado no Residencial Grand Park, Parque Shalon.
Diante dos fatos, ele foi encaminhado à sede da SENARC onde foi autuado pela prática dos crimes de estelionato, falsificação de documento público e posse de substância entorpecente.
Ressalta-se que, o autuado já responde a processo criminal pelo crime de estelionato, no estado de Pernambuco. Após autuação em flagrante e expedição das comunicações legais e de praxe, Angêlo foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça Federal.
Por: Neto Ferreira

PM realiza operação no bairro do São Raimundo e apreende armas, munições e cerca de 10 mil reais

A Polícia Militar do Maranhão em ações pelo combate a uma facção criminosa no bairro do São Raimundo desenvolveu uma operação na tarde do dia 23/07, por volta das 15hs, identificada como “Cerco Total”. Na ação, os militares foram informados de um alvo, onde estava sendo comercializada a venda de armas de fogo. Após uma ação rápida, foi preso João Paulo da Silva, e com ele apreendido armas de fogo, munições e cerca de 10 mil reais em dinheiro.

Durante a operação “Cerco Total”, coordenada pelo Subcomandante da Polícia Militar, o Cel. Pedro Ribeiro, fora fechado um cerco contra um alvo no bairro do São Raimundo. Durante um monitoramento e buscas no local, por conta do Comando Metropolitano Especial (CME), 6º BPM, viaturas do Batalhão de Choque, fora descoberto que haveria indícios de tráfico de armas, beneficiando facções criminosas da região.

Mediante as informações, as equipes foram averiguar a veracidade dos fatos e no local foram encontrados, armas de fogo, munições e cerca de R$ 10 mil reais em dinheiro. Um homem identificado por João Paulo da Silva foi conduzido e apresentado no 15° DP, no bairro do São Raimundo, sem lesões corporais, para os procedimentos cabíveis.
Material apreendido pela PM.

Foram apreendidos com o acusado, uma espingarda calibre 28; uma espingarda calibre 20; 01 cartucho calibre 28; 03 três cartuchos calibre 20; um valor em dinheiro de R$ 10.140,00 e uma arma branca, uma faca.

sexta-feira, 27 de julho de 2018

5.000 novos policiais, obra pra todo lado. Das duas uma: ou Flávio Dino é muito trabalhador ou os Sarney passaram 50 anos de papo pro ar

A ociosidade é um prazer de poucos, em geral o alimento de parasitas viciados em comer o que é ganho com suor alheio. A aversão ao trabalho, a indolência catatônica do poder, a negligência administrativa dos Sarney e, mesmo, a vadiagem consagrada pelo consumo exacerbado de vinhos e lagostas, estagnaram o desenvolvimento do Maranhão até o ano de 2015.
 
A saúde pública virou moeda de corrupção, a educação afundou num palheiro, a infraestrutura gorou, a agricultura ficou até sem Secretaria e os programas sociais, estes desapareceram do mapa político do Maranhão. 
 
Flávio Dino mudou tudo isso a partir de 2015, com trabalho e aplicação correta e transparente dos recursos públicos, conforme avaliado por instituições e pela imprensa nacional que o elevaram à condição de melhor governador do Brasil. Escolas, estradas e hospitais de verdade depois de 50 anos; depois de 50 anos uma revolução na agricultura familiar e na segurança pública. 
 
5 MIL NOVOS POLICIAIS E 8 MIL PROMOÇÕES
 
É difícil até conceber como foi que o Maranhão chegou àquele nível de caos na segurança pública entre os anos de 2011 e 2014, governo da ora candidata Roseana Sarney. Um quadro de terror e horror. Nas prisões, nas ruas, nos negócios públicos próprios da segurança. 
 
São Luís entre as cidades mais violentas do mundo. E a polícia sem policiais, mal paga, sem promoções, sem concursos, desaparelhada, em greve e até ameaçada com uma intervenção do Exército.
A criminalidade explodia todos os índices, em todas as modalidades, dos homicídios aos assaltos a bancos, dos latrocínios ao tráfico de drogas. 
 
É possível imaginar que, governando tanto tempo, Roseana Sarney nunca dispôs de recursos para fazer crescer, instrumentalizar, aparelhar, requalificar a Polícia Militar do Maranhão, nomear pelo menos um, um único que fosse batalhão da PM?
 
O governador acaba de assinar a nomeação de 1214 e chegamos a quase 5 mil novos policiais em três anos e meio de governo. Foram feitas 8 mil promoções que ficaram engavetadas durante décadas, delegacias foram construídas e reformadas, novos batalhões da PM atuam em cidades diversas, centenas de viaturas estão nas ruas do Maranhão.
 
Os homicídios foram reduzidos em incríveis 50 %, os latrocínios zerados em diversos períodos, os assaltantes de banco em sua grande maioria foram cantar em outra freguesia.
 
Em três anos e meio Flávio Dino realizou o que os Sarney não conseguiram em 50. Não tem o que discutir. Das duas uma: Ou Flávio Dino é muito trabalhador ou os Sarney passaram 50 anos de papo pro ar, enfiando peido no cordão; ou as duas coisas juntas, o que se tem por muito mais viável e inequivocamente real.

Irmão de assassino que matou quatro pessoas em São João do Sóter morre na UPA de Caxias

Um dos envolvidos em três assassinatos na cidade de São João do Sóter, a 413 km de São Luís, na madrugada de 30 de junho deste ano, morreu nesta quinta-feira (26) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias/MA. 

José Walison Ribeiro da Silva, de 18 anos, era irmão do assassino Marlon Ribeiro da Silva, de 21 anos, que foi linchado e morto no dia 1º de julho, após fazer a quarta vítima.

Walison havia sido espancado por populares após os três assassinatos ao fim da realização do festejo junino praça da cidade. Na fuga, ele tentou ligar a motocicleta, mas foi dominando por moradores que o agrediram com chutes, socos e objetos que encontraram pelo caminho. O irmão dele, o assassino Marlon, conseguiu fugir, mas terminou sendo morto em um matagal. Desde o dia do crime, José Walison estava internado na UPA de Caxias.
Cícero Rocha, vereador Totonho, Júnior do Naza e
Tássio Rocha foram mortos por Marlon Silva
Chegou-se a cogitar a transferência de Walison para hospitais em outros municípios, com melhor estrutura, pois precisava passar por exames neurológicos e acompanhamento com um especialista, mas decidiram mantê-lo na UPA de Caxias, sob escolta constante da PM.

Na madrugada do dia 30 de junho, foram mortos o secretário de Cultura da cidade, Cícero de Jesus Costa Rocha, ex-vereador do PSD, de 44 anos; o vereador Antônio da Conceição Aguiar, conhecido como “Totonho” (PTN), de 46 anos;  e José Ferreira da Silva Júnior, o “Júnior da Naza”.
O assassino Marlon Silva foi linchado e morto
em um matagal
Na manhã seguinte, em um matagal, o assassino, Marlon Ribeiro da Silva, ainda matou, com um tiro na testa, Tássio Rocha, de 27 anos, no momento em que foi localizado pelo mesmo, após intensa busca que durou toda a madrugada.

Em seguida, Marlon foi linchado e morto por populares que também participavam da caçada ao assassino. Tássio Rocha era filho do casal de ex-prefeitos da cidade, Clodomir Rocha e Luzia Rocha.
 
 
Fonte:GilbertoLima

Operação da Polícia Civil neutraliza esquema de falsificação de diplomas escolares em São Luís

Na manhã da ultima terça-feira (24), uma operação deflagrada pela Polícia Civil por intermédio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR), conseguiu lograr êxitos em vários mandados de busca e apreensão no intuito de combater a falsificação de diplomas expedidos por escolas comunitárias na região metropolitana de São Luís.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações foram iniciadas no ano passado, após relatos de que uma quadrilha estaria falsificando diplomas de alunos sem que os mesmos tenham sequer cursado o período escolar. Diante das acusações, a decisão judicial foi expedida pela Central de Inquéritos da capital.

Como resultado da ação policial, foram apreendidos vários celulares, computadores e equipamentos de informática que devem ser submetidos a perícias pelo Instituto de Criminalística (Icrim).

Policia Civil - Dupla é presa com arma no centro de Vargem Grande

Na noite desta quinta - feira(26), por volta das 20h, a equipe da policia civil de Vargem Grande efetuou a prisão de dois elementos que trafegavam em uma moto Yamaha YBR 125 de cor vermelha com atitudes suspeitas pelo centro da cidade.Tratam-se de Jucimar Reis de Sousa e Lucas Mateus.

Com a dupla, segundo o delegado Souza, foi encontrada uma arma de fogo do tipo revólver calibre 38, que possivelmente seria utilizada por eles para realizar assaltos a pessoas e estabelecimentos comerciais.

Os policiais encaminharam os suspeitos para a delegacia de Vargem Grande, onde foram enquadrados pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Além disso, ainda serão analisadas as identidades dos mesmos para saber se eles são autores de outros delitos na cidade e região.

Preso pela Policia Civil em Açailândia, suspeito de matar uma “família inteira”

Francisco Messias da Silva Filho, conhecido como “mãozinha” foi condenado nesta última quinta-feira (26) por crime de homicídio, ocorrido no ano de 2015, na cidade de Esperantinópolis/MA.
De acordo com o Delegado Regional de Açailândia, Dr. Murilo Pedroso Lapenda, a barbárie ocorreu no dia 17 de março de 2016, nas imediações do Povoado Centro do Meio, na zona rural daquele município.  Ele estava foragido desde 2016 por ser o principal suspeito de ter matado uma família inteira (marido, mulher e um filho do casal).
Durante a operação de prisão, foram cumpridos todos os mandados que se encontrava em aberto em desfavor de “Mãozinha”.
A prisão foi possível em decorrência do esforço conjunto das regionais de Açailândia e Pedreiras, que vinham realizando o monitoramento do investigado até conseguirem ter êxito na prisão do mesmo.
Francisco Messias da Silva Filho foi encaminhado para a Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Açailândia, onde ficará a disposição da justiça.